12 Regras de Ouro do Estudante de Direito Para o Sucesso

12 Regras de Ouro do Estudante de Direito Para o Sucesso

Faculdade, estágios, postura, linguagem escrita e falada, aprender outro idioma, formação multidisciplinar e etc. Eis algumas das Regras de Ouro que todo o estudante de Direito deve focar para ter SUCESSO no curso e na área.

1ª Regra: Busque formação multidisciplinar.

Durante a licenciatura, absorva e valorize todo o conhecimento que lhe for oferecido e, depois de formado, procure o máximo possível de informações sobre a especialização que escolher.

Cá vão umas dicas para lhe ajudar a cumprir com a primeira regra de ouro: fique sempre atento às dicas dos professores; o Direito é uma ciência multidisciplinar, toca na filosofia, sociologia, economia, psicologia, ambiente e em outras ciências; leias jornais, assista pelo menos uma vez por dia o noticiário; aceda os conteúdos da JuLaw; monte a sua própria biblioteca e consulte os livros sempre que quiser. Não precisa ler do início ao fim. Seja livre de ler o capítulo e tema que lhe for mais conveniente; assista documentários.

2ª Regra: Aprenda outro idioma, de preferência o inglês.

Falar mais do que um idioma, torna a sua posição no mercado de trabalho mais vantajosa. Faça cursos online. Seja curioso com os idiomas e não fique pelo latim pois aos poucos vai perdendo posição na advocacia moderna. Assista filmes e tente repetir algumas palavras para praticar a dicção do idioma.

3ª Regra: Tente fazer estágios durante a faculdade

Os estágios são importantes fontes de experiência, principalmente para quem ainda não decidiu o ramo em que vai trabalhar. É essencial ter uma visão panorâmica da carreira antes de escolher uma especialização.

Aproveite as férias para fazer estágio. Não seja ganancioso em querer só estágios remunerados. Seja humilde o suficiente para saber que precis aprender muita coisa que a faculdade não ensina como por exemplo: aprender a fazer arquivos, usar uma impressora (cópias, digitalizar documentos), organizar processos/documentos, postura em reuniões, elaboração de relatórios, relacionamento com o superior hierárquico/colegas/clientes/colaboradores.

Se tiver um estágio remunerado, aproveite fazer a sua gestão financeira.

Prepare o seu curriculum vitae (CV), identifique as empresas/escritórios que gostaria de trabalhar e faça a sua auto-candidatura.

4ª Regra: Dê atenção às novas áreas do Direito

Fique atento (a) sobre as novas áreas do Direito mesmo durante a licenciatura. Aproveite para se familiarizar com essas disciplinas antes de chegar ao mercado de trabalho.

Como estudante de Direito sabe que o Direito é dinâmico, pois acompanha a evolução da sociedade. Seja ousado e se interesse pelos novos Direitos que vão surgindo e precisam de especialistas para atenderem às necessidades dos Clientes.

5ª Regra: Tenha uma postura correcta e ética na vida académica

A honestidade deve estar presente em todos os aspectos de sua carreira. Seja honesto com os seus colegas e professores. Todos a sua volta estão atentos ao seu comportamento e no futuro poderão recomendar os seus serviços com base na sua postura e ética.

Essa regra é muito importante e deve ser executada em todas as áreas da sua vida.

6ª Regra: Faça do Direito um serviço de utilidade social

Ainda durante a faculdade, procure participar do departamento jurídico e faça do Direito uma forma de prestar um serviço de utilidade social; esse tipo de trabalho amplia o contacto com as diversas situações jurídicas que você terá pela frente.

7ª Regra: Atenção aos colegas do curso

Lembra da 5ª regra de ouro? Pois, se não fores ético com os teus colegas poderás perder muitas boas oportunidades. Os colegas de faculdade poderão ser seus sócios ou, quem sabe, ajudar a encontrar trabalho no futuro. Fique atento àqueles com os quais você mais se identifica.

8ª Regra: Tenha cuidado com a linguagem escrita e falada

O uso incorreto do português é inaceitável para um profissional do Direito. A língua portuguesa é o idioma de comunicação com os seus clientes, então aprimore a sua escrita e dicção para melhor ser entendido pelo seu cliente.

9ª Regra: Ponha-se sempre no lugar da parte contrária

Um bom advogado deve enxergar os dois lados de um processo. E lembre-se: o tribunal não é uma arena. O Direito deve ser usado como um instrumento de paz e não de guerra. Portanto a conciliação é sempre o caminho mais inteligente. Actualmente, os sistemas judiciários já insistem na resolução dos litígios por meios extrajudiciais e, como Advogado deverá sempre propor uma solução menos dolorosa ao seu cliente.

10ª Regra: Leia bastante e seja participativo

Participe de eventos científicos e profissionais e faça curso de pós-graduação; manter-se actualizado é condição de sobrevivência num mercado tão concorrido!

11ª Regra: Domine as tecnologias!

Faça curso de informática. Domine as ferramentas do Word, Excel e PowerPoint. Se dominar estas ferramentas, terá mais facilidade em se adaptar com as novas ferramentas que surgem constantemente no mundo tecnológico.

12ª Regra: Faça bom uso das redes sociais

Aproveite as suas redes sociais para partilhar conteúdos ligados ao Direito e à Justiça. Não se esqueça que os seus seguidores poderão ser potenciais Clientes e muitas empresas pesquisam os perfis dos candidatos antes de contratarem.

Cuidado com as publicações ofensivas ou de carácter discriminatório como também sobre a excessiva exposição pessoal.

Deixe uma resposta